Notícias - Medo, livre-se dessa sensação incapacitante!

  • Menor
  • Maior

Outras notícias

Medo, livre-se dessa sensação incapacitante!

No transtorno do pânico, por exemplo, a pessoa começa a sentir as manifestações próprias do medo e as interpreta como perigosas
Medo dos seus próprios medos
Medo dos seus próprios medos
Sabe aquela sensação de que algo ruim pode acontecer, aquele incômodo diante de um objeto, de uma pessoa, animal ou até uma situação? É o medo, que funciona como uma defesa quando a pessoa se depara com algo que represente uma possível ameaça, seja ela física ou psicológica. Apesar de ser um sentimento normal, o medo pode se tornar um distúrbio quando passa a ser persistente e excessivo. Além dos sintomas psicológicos, há também alguns sintomas físicos que podem se manifestar: • Taquicardia • Sudorese • Visão turva • Náusea • Dormência nas mãos • Sensação de morte e sufocamento. A fobia não tem idade para aparecer, o transtorno pode surgir desde a infância até a fase adulta e sua intensidade varia de pessoa para pessoa. Existem três tipos de fobia: agorafobia, fobia social e as fobias específicas. Saiba um pouco sobre cada tipo. Agorafobia: É um transtorno de ansiedade geralmente está ligado a crises de pânico. A pessoa sente medo de estar em ambientes fechados ou em situações em que seria difícil escapar ou receber socorro no caso de uma emergência. O agorafóbico evita elevadores, locais com grande aglomeração de pessoas. Fobia social: Quando precisamos nos expor publicamente, é comum que a situação gere ansiedade e apreensão. O contato com outras pessoas é visto como ameaça, pois pode causar alguma situação de humilhação, a pessoa imagina que pode fazer algo que seja considerado ridículo ou embaraçoso como gaguejar.

Fobias específicas: As fobias específicas são muitas. Algumas delas são relacionadas a animais, objetos, Medo de altura, de baratas, cobras, cachorros, dentista, escuridão. Confira alguns nomes de fobias curiosas: Anuptafobia – medo de ficar solteiro(a); Astenofobia – medo de desmaiar; Brontofobia- medo de trovões e relâmpagos; Coulrofobia – medo de palhaços; Iatrofobia – medo de ir ao médico; Tripanofobia – medo de injeção; Hipnofobia – medo de dormir; horror ao sono; Fobofobia – medo dos seus próprios medos; de ter algum tipo de fobia. Identificando-se com estes sintomas e condições. A dica é um tratamento com um psicólogo que permitirá que a pessoa retome suas atividades do dia a dia.



Tags: on  
Comentar







Comentários

    Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.



busca
publicidade
  • Soldisbel 01
  • gastroclínica
  • Jardim Europa - Loteamento
  • Farmácia Mandacaru
  • HSH
  • Jambo Supermercados
  • publicidade
    CAP no Blog
    Haras Majú

  • Urocenter
  • Cliram

  • publicidade
    Matisse 2Braga Júnior Imobiliária
    Colégio Matisse