Notícias - Perda x desperdício: entenda as diferenças

  • Menor
  • Maior

Outras notícias

Perda x desperdício: entenda as diferenças

Semana Nacional de Conscientização da Perda e Desperdício de Alimentos
Foto Divulgação
Foto Divulgação

A Semana Nacional de Conscientização da Perda e Desperdício de Alimentos busca reduzir perdas e desperdícios de alimentos em toda a cadeia produtiva e de consumo. Estima-se que, a cada ano, 1,3 bilhão de toneladas de alimentos no mundo inteiro são desperdiçados, o que representa mais de 30% de toda produção mundial de alimentos para consumo humano. Para alertar a população sobre o problema, o Governo do Brasil promove anualmente, por meio do Ministério do Meio Ambiente, a Semana Nacional de Conscientização da Perda e Desperdício de Alimentos. As atividades buscam mobilizar a população contra o desperdício de alimentos e estimular comerciantes a adotarem práticas que evitem perdas de produtos que podem ser consumidos. Segundo definição da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO, sigla em inglês), as perdas se referem à redução da disponibilidade de alimentos para consumo humano ao longo da cadeia de abastecimento alimentar, sobretudo nas fases de produção, pós-colheita e processamento. Trata-se do descarte de produtos alimentícios que ocorre durante os processos de produção, armazenamento e transporte – antes, portanto, de o produto chegar às mãos do consumidor. Já o desperdício de alimentos ocorre no final da cadeia alimentar, em estabelecimentos varejistas, restaurantes e domicílios, em virtude de comportamentos adotados nesses lugares. O desperdício é o descarte intencional de produtos alimentícios que ainda são apropriados para o consumo humano. Analisar os processos das Perdas e Desperdício de Alimentos (PDA) é fundamental. O tema atinge, em menor ou maior grau, todos os países. As perdas de alimentos ao longo da cadeia prevalecem nos países em desenvolvimento. O desperdício, por sua vez, acontece mais em países desenvolvidos. As causas das perdas em países em desenvolvimento estão relacionadas, principalmente, a problemas e deficiências na colheita e na pós-colheita, a embalagens, à logística, à infraestrutura, aos mecanismos de mercado e aos marcos regulatórios e institucionais. As perdas de alimentos em países de renda média e alta estão mais relacionadas ao comportamento dos consumidores, bem como à falta de coordenação entre os diferentes atores das cadeias produtivas.


Foto divulgação
Foto divulgação
Tags: on  
Comentar







Comentários

    Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.



busca
publicidade
  • Soldisbel 01
  • gastroclínica
  • Jardim Europa - Loteamento
  • Farmácia Mandacaru
  • HSH
  • Jambo Supermercados
  • publicidade
    CAP no Blog
    Haras Majú

  • Urocenter
  • Cliram

  • publicidade
    Matisse 2Braga Júnior Imobiliária
    Colégio Matisse