Notícias - Qualidade das estradas Federais baianas piora

  • Menor
  • Maior

Outras notícias

Qualidade das estradas Federais baianas piora

Estradas Federais baianas
Estradas Federais baianas
As estradas Federais da Bahia em comparação com o ano passado, perdeu qualidade. De acordo com o Índice de condição da Manutenção (ICM), divulgado
nesta quarta-feira (10), pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de
Transporte (Dnit), 82% da manha que era considerada em estado bom no ano
anterior, caiu para 71% este ano. As malhas consideradas “ruim” cresceram de 4% para 6%. No ano passado, enquanto 13% das estradas estavam em condição regular, agora o número subiu para 15%. Já as vias em péssimo estado saiu de 1% para 8%. Quando a comparação é feita com outros oito estados do Nordeste, a Bahia está ocupando a 6° posição em relação ás estradas em condição boa. Ficando atrás da
Paraíba, Alagoas e Pernambuco, Piauí e Ceara. Sergipe foi o estado com pior
avaliação com 45% das estradas consideradas “boas”. Os estados que apresentaram melhores resultados foram o Distrito Federal (87%), Roraima (85%), e Amapá (81%).
Sobre as rodovias federais, a pesquisa revelou que 18% das estradas estão em estado regular; 10% ruim; e 13%, péssimo. No primeiro levantamento, em 2017, 21% estava regular; 7%, ruim; e 5%, péssimo.
Foto divulgação
Foto divulgação
Tags: on  
Comentar







Comentários

    Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.



busca
publicidade
  • Soldisbel 01
  • Jardim Europa - Loteamento
  • Farmácia Mandacaru
  • HSH
  • Jambo Supermercados
  • publicidade
    CAP no Blog
    Haras Majú

  • Urocenter
  • Cliram

  • publicidade
    Matisse 2Braga Júnior Imobiliária
    Colégio Matisse